quinta-feira, 16 de abril de 2009

SE AS PALAVRAS

Se as palavras
não mais nascerem na minha boca.

Se as palavras
secarem.

Se as palavras
perderem o viço.

Se as palavras
emudecerem.

Se as palavras
murcharem.

As palavras
renascerão
da sua morte
em qualquer língua
em qualquer época
em qualquer região
remota
do universo
ou de mim mesmo.

Um comentário:

  1. porque o corazon, ese amigo infidel, non cala...

    ResponderExcluir